Quer saber Como construir um PC para jogos com orçamento limitado? então este artigo é para você!

Montar um PC gamer com até R$ 5 mil parece difícil, mas não é. Com escolhas certas, é fácil ter um PC ótimo para jogos. Este guia de montagem de PC ajuda jogadores a serem eficientes e econômicos. Exploraremos componentes como o gabinete Mancer Ward, que inclui quatro ventoinhas RGB, a partir de R$ 211. A placa de vídeo, a RTX 4060 da Nvidia, a peça mais cara, custa R$ 2.063 neste setup.

Incluindo itens como a memória RAM Asgard DDR4 16 GB (8 GB x 2), que é vendida por R$ 219, e o SSD Kingston NV2 1TB NVMe M.2, por R$ 413. Há também a fonte Gamemax GX650 Full Modular 80 Plus Gold por R$ 462, que é fundamental. Todos esses itens são essenciais para um PC funcionar bem.

No Mercado Livre, encontramos vários hardwares para jogos com bons preços. Para economizar, leia os comentários de compradores e veja ofertas. É importante garantir que tudo seja compatível para não ter problemas.

Introdução à montagem de um PC gamer econômico

Montar um PC gamer econômico é um desafio. Mas, com boas estratégias, dá para equilibrar custo e desempenho. Aprender sobre os componentes e suas características é fundamental neste processo.

Em 2021, fazer um PC gamer pode custar mais que um console de nova geração. Então, é crucial definir de R$ 2.000 a R$ 5.000 para gastar. Escolher com base no que você mais valoriza nos jogos é o passo seguinte.

Para começar, tenha pelo menos 8 GB de RAM, mas 16 GB ou mais é melhor. A RAM deve ter uma boa taxa de frequência para funcionar bem. Escolher marcas conhecidas é importante para evitar problemas.

Na hora do processador, as linhas Intel Core e AMD Ryzen são populares. Lembre-se de conferir se são compatíveis com a placa-mãe. Em relação à placa de vídeo, tanto Nvidia quanto AMD possuem opções boas e mais simples.

Ter um SSD de 128 GB ajuda muito no desempenho. No entanto, se for caro, um HD comum também é uma opção. Usar pares de memória RAM iguais também melhora a performance nos jogos.

Para economizar dinheiro, procure por promoções. Escolha processadores mais antigos, uma placa-mãe e GPU modestas. Assim, é possível fazer um PC barato que ainda oferece uma boa experiência de jogo.

Antes de comprar, cheque se os componentes são compatíveis. Ferramentas online como PC Part Picker podem ajudar a montar uma configuração que funcione bem. Certifique-se de que tudo vai se encaixar corretamente.

Escolhendo o gabinete ideal

A escolha dos componentes certos é muito importante ao montar um PC gamer. O gabinete é crucial, pois não só determina o visual, como também afeta a forma como o computador funciona.

Considerações sobre ventilação e resfriamento

Manter o PC bem ventilado é essencial. Processadores poderosos, como o Intel Core i7-11700K e o AMD Ryzen 9 5900X, esquentam bastante. Por isso, um gabinete com bom sistema de ventilação evita superaquecimento e garante estabilidade.

As vantagens de gabinetes com vidro temperado

Os gabinetes de vidro temperado, como os da Mancer Ward, são uma ótima escolha. Eles deixam o PC mais bonito e permitem ver os componentes. Assim, você pode cuidar melhor do seu computador e ter um excelente desempenho.

Se busca economizar sem perder qualidade, gabinetes que unem beleza e funcionalidade são ideais. Verificar se tem filtro de poeira, é fácil de montar e cabe diversas placas-mãe, ajuda na decisão dos melhores componentes.

Processador: Encontrando o equilíbrio entre custo e desempenho

Escolher bem um processador é crucial para ter uma boa jogatina sem gastar muito. No mercado, há várias opções que atendem bem sem serem caras. Quando for montar um hardware para jogos, busque equilíbrio entre preço e poder de processamento.

Os processadores da AMD e Intel se destacam nesse cenário. Aqui vão algumas dicas para escolher o seu:

  • AMD Ryzen 5 3600: Ele tem 6 núcleos e 12 threads, é ótimo pelo preço que custa.
  • AMD Ryzen 5 5600X: Com a mesma quantidade de núcleos e threads, ele garante um desempenho mais alto.
  • Intel Core i5-10400F: Com 6 núcleos e 12 threads, é uma opção amigável para o bolso.
  • AMD Ryzen 7 3700X: Com 8 núcleos e 16 threads, é o ideal para mais processos ao mesmo tempo.
  • Intel Core i5-11600K: Outro com 6 núcleos e 12 threads, que se sai muito bem em jogos e overclocking.
  • AMD Ryzen 5 3600X: Muito parecido com o 3600, mas com um pouquinho mais de velocidade.

Para o sistema funcionar bem, confirme se o processador combina com a placa-mãe. E olhe se ele permite ser atualizado, o que aumenta a vida útil do seu hardware para jogos.

No geral, escolha um processador que equilibre bem preço e desempenho. Assim, você economiza sem perder a qualidade. É a melhor forma de ter uma jogabilidade fluida, sem gastar muito.

Memória RAM: Quantidade e tipo certos para jogos

Escolher bem a memória RAM é chave para bom desempenho nos games. A quantidade certa e as especificações são muito importantes na hora de montar um PC gamer.

Dual Channel e suas vantagens

Usar a técnica Dual Channel é ótimo para quem joga. Memórias como o Asgard DDR4 de 16 GB, usadas de dois em dois, melhoram o fluxo de dados. Assim, os jogos rodam mais suaves e rápido.

Compatibilidade com placas-mãe

A RAM precisa se encaixar bem com a placa-mãe e o processador do seu PC. Memórias DDR5 são novas e rápidas, mas nem todos os computadores as suportam ainda.

Uma boa alternativa é a DDR4, como os modelos Crucial e Corsair. Eles têm 16 GB e 3200 MHz, e encaixam na maioria dos sistemas. Para computadores mais antigos, as DDR3 como o HyperX Fury de 8 GB garantem desempenho. É importante confirmar a compatibilidade na documentação da placa-mãe.

Como construir um PC para jogos com orçamento limitado

No mundo dos PCs gamers, escolher peças certas é desafiador. Com tantas opções em 2023, essa escolha pode parecer complicada. Mas, este guia de montagem de PC está aqui para simplificar. Ele ajuda a escolher os melhores componentes, pensando no custo e no desempenho.

Passo a passo na escolha de componentes

  1. Processador: Escolha entre um Intel Core i5-10400F ou um AMD Ryzen 5 3600. Eles têm seis núcleos e alta velocidade. Isso equilibra bem preço e desempenho.
  2. Placa-Mãe: Opte por uma com boa compatibilidade e conectividade. Há modelos com iluminação RGB, áudio top e WiFi.
  3. Placa de Vídeo: Para bons gráficos, veja as Nvidia GeForce GTX 1650 ou AMD Radeon RX 580. Elas precisam de 4 GB de memória.
  4. Memória RAM: Tenha pelo menos 16 GB de RAM rápida. Assim, seu PC não trava e o desempenho melhora.
  5. Armazenamento: Escolha SSDs para o sistema operacional e jogos. Eles carregam mais rápido que HDs.
  6. Fonte de Alimentação: Pegue uma com energia certa e que tenha 80 Plus Bronze ou mais. Assim, seu sistema fica estável.
  7. Gabinete: Um gabinete com muita ventilação e filtros ajuda. Isso previne o superaquecimento e aumenta a vida das peças.

Dicas para economizar na compra de hardware

  • Pesquise Ofertas: Esteja atento a descontos e promoções. Assim, pode economizar na compra das peças.
  • Escolha Versões Anteriores: Processadores e placas de vídeo mais antigos ainda são ótimos. Eles podem ser mais baratos e eficientes.
  • Avaliações de Usuários: Leia opiniões de quem já usou. Isso ajuda a escolher bem o que comprar.
  • Compre em Lojas Confiáveis: Prefira varejistas de confiança. Isso evita dor de cabeça com a garantia e suporte dos produtos.

Com esse guia de montagem de PC, você vai conseguir fazer um PC gamer. Ele será bom, gastando pouco e sem prejudicar sua diversão.

Placa de vídeo: A peça-chave para jogos

A escolha da placa de vídeo é muito importante para um PC gamer barato. A memória de vídeo ajuda muito no processamento dos gráficos. Ela é ainda mais vital em resoluções altas com muitos detalhes gráficos.

A arquitetura NVIDIA Turing é muito boa no mercado. Ela traz tecnologias como Ray Tracing. Isso faz as imagens dos jogos parecerem mais reais e envolventes.

configuração econômica

Para quem busca economia, os recursos DLSS e CUDA Cores da Nvidia são essenciais. O DLSS usa aprendizado de máquina para melhorar gráficos e desempenho dos games. Recria imagens em qualidade superior. Enquanto isso, os CUDA Cores ajudam na velocidade de tarefas como edição de vídeo e 3D.

A G-SYNC é importante para evitar alguns problemas na tela. Ela deixa os jogos mais suaves. A NVIDIA Reflex diminui os atrasos em jogos de competição, fazendo a ação do jogador aparecer mais rápido na tela.

Tem ainda o Ansel para fazer fotos de jogo com muitos detalhes. Ou até fotos em 360 graus. E o Broadcast da NVIDIA melhora transmissões ao vivo. Usa inteligência artificial para deixar o áudio melhor e retirar ruídos.

Para quem pensa em custo e benefício, as placas da série RTX da Nvidia são boas opções. Elas trazem muita tecnologia gráfica sem serem tão caras.

Armazenamento: SSD vs. HD

Ter um bom sistema de armazenamento é essencial para computadores usados em jogos. A escolha entre usar SSD ou HDD é crítica. Isso afeta diretamente como os jogos funcionam.

Benefícios do SSD em jogos

Os SSDs, mais especificamente os modelos NVMe M.2, são os melhores para jogos. Eles são super rápidos na leitura e gravação. Enquanto os HDDs top de linha copiam a 15-30 MB/s, os SSDs NVMe atingem até 3.500 MB/s. A diferença é enorme. Faz os jogos carregarem muito mais rápido e funcionarem de forma mais suave.

Jogos AAA de 2021, como o “Forza 7” que ultrapassam os 100 GB, precisam de um lugar de armazenamento bom e rápido. Um SSD faz com que eles carreguem rapidamente. Isso melhora o desempenho do jogador.

Os SSDs duram mais, aproximadamente dez anos. Eles não têm partes móveis. Isso faz com que precise trocá-los 25% menos vezes do que os HDDs velhos. E, buscar por opções acessíveis de SSDs em 2023 faz deles o futuro para quem joga no Brasil.

Soluções híbridas para custo-benefício

Apesar das vantagens dos SSDs, os HDDs são bons por seu preço. Eles custam menos para capacidades maiores. Assim, são ótimos para guardar jogos e arquivos não tão usados. As capacidades disponíveis para SSDs vão de 500 GB a 4 TB. Já os HDDs podem oferecer mais espaço por menos dinheiro.

Usar um SSD para o que é mais usado, junto com um HDD para economizar, pode ser a chave. Esta é uma maneira de ter o melhor dos dois mundos. Um SSD de 1 TB e um HDD de 4 TB, por exemplo, otimiza o desempenho sem gastar muito.

Resumindo, equilibrar o uso de SSDs e HDDs ajuda a ter um ótimo PC gamer. Isso melhora a experiência do jogo e o custo total.

Fonte de alimentação e sua importância

Escolher a certa é vital para um PC gamer durar mais. A Gamemax GX650, de 650 W e 80 Plus Gold, faz seu PC funcionar bem. Ela gasta menos energia e protege seu computador.

Para gastar menos, verifique a potência da fonte de energia. Uma fonte errada estraga todo o seu dinheiro. A certificação 80 Plus Gold diminui o calor, prolongando a vida dos componentes.

Cuide para que a fonte seja boa se quiser atualizar o PC depois. Assim, evitará gastos futuros. Planeje bem para ter um PC que funciona sem problemas.

Conclusão

Montar um PC para jogos com pouco dinheiro requer planejamento cuidadoso. Escolher os componentes certos é vital. Neste artigo, falamos sobre selecionar um gabinete que combine boa ventilação com belo visual.

Recomendamos o processador AMD Ryzen 5 por ser versátil. Para memória RAM, a Corsair Vengeance LPX é uma boa escolha e custa cerca de R$ 500. Uma opção de placa de vídeo é a Nvidia GTX 1660, que sai por volta de R$ 750 no AliExpress. Este é um exemplo de peça que melhora o desempenho sem gastar muito.

Optar por um SSD, como o Kingston A2000, torna os jogos mais rápidos para abrir. Já um kit com placa-mãe X99 DDR4 e processador Xeon 2640 V3 oferece equilíbrio de custo e potência por cerca de R$ 400.

Uma fonte de energia confiável é outra parte importante. A Gammax GP650 de 650W, que custa aproximadamente R$ 350, pode ser uma boa escolha.

Seguindo essas orientações, com um orçamento entre $600 e $800, você pode montar um PC gamer. Esse computador vai rodar bem jogos populares como Fortnite. Além disso, a montagem será uma experiência única e gratificante em cada fase.

FAQ

Qual é o melhor gabinete para um PC gamer econômico?

O Mancer Ward é uma ótima escolha. Ele tem um design bonito, boa ventilação e vidro temperado. Isso significa que ele é eficiente em resfriar os componentes e tem um bom preço.

Como escolher um processador balanceando custo e desempenho?

Escolha um processador que seja bom para jogos, mas que não custe muito. Veja se ele é compatível com sua placa-mãe e outros componentes. Opte por modelos recentes que são bons e não muito caros.

Qual é a importância do Dual Channel na memória RAM?

Usar a memória RAM em Dual Channel, como os Asgard DDR4 de 16 GB (8 GB x 2), faz seu PC funcionar melhor. Assim, ele usa mais rápido a banda de dados disponível.

Por que optar por um SSD em vez de um HD para jogos?

Os SSDs, como os NVMe M.2, são muito mais rápidos que os HDs. Eles fazem os jogos carregarem rapidamente e deixam sua experiência mais suave.

Como escolher a placa de vídeo ideal dentro de um orçamento limitado?

Quando o dinheiro está curto, busque uma placa de vídeo com tecnologia boa, mas que não seja cara. As placas RTX da Nvidia são uma boa escolha. Elas têm tecnologias como Ray Tracing e DLSS e podem ser achadas por bons preços.

Qual a importância da fonte de alimentação na montagem de um PC para jogos?

Uma boa fonte, como a Gamemax GX650 de 650 W e com selo 80 Plus Gold, faz toda diferença. Ela mantém o sistema estável e dura mais. Isso, além de ser eficiente com a energia, permite que você faça upgrades futuros.

Quais dicas são importantes para economizar na compra de hardware?

Para gastar menos, fique de olho nas promoções e escolha versões mais antigas dos produtos. Antes de comprar, leia o que outros compradores falam sobre eles. Assim, você consegue os melhores preços sem perder qualidade.

Links de Fontes

Techtudoolhardigital